Hoje em dia as informações estão na palma da mão. No mundo da internet e das mídias sociais é muito comum que as informações circulem sem qualquer tipo de regulação quanto à sua veracidade. As chamadas “fake news” ou ainda as notícias geradas sem embasamento científico geram no público leigo algumas crenças que podem sim ser perigosas quando o assunto é saúde. E um dos temas que mais sofre com isso certamente é o colesterol.

 Desde que “colesterol alto faz bem”, que “alimentos ricos em gorduras saturadas podem ser ingeridos à vontade” ou que “medicamentos para tratamento de colesterol devam ser abolidos”. Estas e muitas outras afirmações acabam deixando nós, médicos dedicados ao estudo das evidências científicas, de cabelos em pé. 

 Uma das áreas em que mais estudamos os efeitos do colesterol é no Diabetes. Isso acontece porque o Diabetes tem como sua maior causa de morte e complicações as doenças cardíacas ou cerebrovasculares devido à formação de placas de gordura nas artérias. O depósito progressivo de gordura na parede das artérias gera uma inflamação local que pode obstruir o trajeto do sangue por dentro delas. Se for uma artéria coronária – que leva sangue ao coração, a obstrução causa infarto. Se for uma carótida – que leva sangue ao cérebro, a obstrução causa um acidente vascular cerebral isquêmico (AVCI). Se for em uma artéria da perna, até amputação em certos casos. 

 Diante de anos de estudo, o que se sabe é que sim, quanto mais alto o nível de colesterol LDL – que é o colesterol de baixa densidade, maiores são os riscos de formação de placas de gordura, que chamamos de ateromas. E que de forma oposta, quando menores os níveis de LDL, menores os riscos. Isso é comprovado através de estudos que observaram pacientes durante anos e que correlacionaram os níveis de colesterol com o número de infartos, derrames ou eventos de isquemia. 

 Além disso vale entender que sim, a dieta tem papel importante no controle dos níveis de colesterol, mesmo que a origem dele seja familiar (genética). A recomendação da Diretriz Brasileira de Dislipidemias e Prevenção de aterosclerose é reduzir dos níveis de gordura saturada das dietas, priorizando as gorduras mono e poli-insaturadas (de origem vegetal). A simples troca de carboidratos por gorduras saturadas aumenta o risco de eventos cardiovasculares maiores (infartos e AVCIs). Além disso, deve-se abolir o consumo de gorduras trans. 

 E sobre os medicamentos? O tratamento com as estatinas (sinvastatina, rosuvastatina, atorvastatina, por exemplo) é a primeira linha quando falamos em prevenção de eventos cardiovasculares. O correto é utilizar calculadoras de risco (exemplo: http://www.cvriskcalculator.com) para tomarmos decisões sobre qual paciente deverá receber o tratamento e qual força desse tratamento. Para pacientes diabéticos, os últimos consensos têm indicado o uso das estatinas e a associação com outros medicamentos (ezetimiba, inibidores de PCSK9…) quando for essencial reduzir mais ainda os níveis de LDL colesterol. 

 A ciência por traz do estudo do colesterol é extremamente séria é ponderada. Quando se adiciona que as doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo, com 31% das mortes globais, não há mais lugar para “fake news” e interpretações sem embasamento científico. É lugar de pesquisa, ética e tratamentos corretos. Pense nisso!

Fonte: SBD

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fill out this field
Fill out this field
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.