DIFICULDADE DA MOBILIDADE ARTICULAR

A doença articular é responsável por 30,1% dos casos de comprometimento da funcionalidade de idosos. A doença é de alta prevalência entre os idosos, entre outros motivos, pela própria característica degenerativa da doença.
A doença articular é uma doença crônico-degenerativa, que provoca desgaste da articulação e das suas estruturas em volta causando dor, rigidez articular e diminuição do espaço intra-articular.
Causas: – envelhecimento, – redução da atividade física, – doenças como Diabetes Mellitus, – edema do tecido conjuntivo, – Degeneração do Colágeno, – microangiopatias, – neuropatias, – após quedas.

Diagnóstico: É feito pelo médico, através do exame físico como o: Teste como o sinal da prece, exames laboratoriais e outros.

Sinais e Sintomas:Diminuição da amplitude de movimentos , causando o comprometimento funcional. Dificuldade em realizar ações, como subir um lance de escada, ajoelhar-se, sentar-se, e em realizar algumas tarefas como utilizar transporte público, fazer compras, vestir-se e banhar-se.

Prevenções e tratamento: Apesar de a doença articular não poder ser evitada, é muito importante a detecção precoce para reduzir os impactos da doença.
– Recomendar exercícios físicos orientados por profissionais da área;
– Abandonar o hábito de fumar, eliminando o tabagismo;
– Mudança de hábitos nutricionais nocivos, como forma de combate à hipertensão arterial, obesidade, dislipidemia e controle do Diabetes.

Dica para vida:“ Viva Hoje, arrisque Hoje, faça Hoje”
Martha Medeiro

Rosana Soares Rocha de Almeida- Enfermeira –Podóloga
Marieli Oliveira da Silva Cunha- Enfermeira – Podóloga

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

SEJA UM ASSOCIADO ADJF

Menu