As diretrizes e posicionamentos oficiais sobre o tratamento do diabetes constituem-se em valioso recurso de orientação na definição das melhores estratégias para o controle do diabetes. Por outro lado, existem alguns conceitos já arraigados desde há muitos anos e que precisam ser atualizados. O presente artigo aborda a possibilidade das principais diretrizes sobre tratamento do diabetes estarem retardando o necessário ajuste da conduta terapêutica, acabando por contribuir decisivamente para a inércia clínica.

A inércia clínica e a hesitação de muitos médicos em intensificar a terapia no tempo devido desempenham um papel importante em retardar o controle do diabetes. Entre outras orientações, o Posicionamento Oficial da American Diabetes Association / European Association for the Study of Diabetes (ADA/EASD) é uma diretriz altamente respeitável, com alto poder de influência sobre a comunidade médica em termos de interferir na definição de uma abordagem estratégica para superar o mau controle glicêmico.

Mas, por outro lado, esse documento contém uma recomendação que pode contribuir para a inércia clínica, uma vez que pode promover atrasos significativos na implementação de estratégias mais vigorosas, intensivas e eficazes para superar o mau controle glicêmico dentro de um prazo razoável durante a evolução da doença. Estamos nos referindo à questionável recomendação da ADA/EASD no sentido de só efetuar alterações na conduta terapêutica a cada três meses, ao invés de propor intervenções mais racionais e mais frequentes, objetivando contribuir para que o paciente atinja o bom controle glicêmico no menor espaço de tempo possível. O mesmo acontece com outros algoritmos respeitados de diferentes associações de diabetes.

Juntamente com as intervenções farmacológicas, é importante ressaltar o papel da educação em diabetes e de um acompanhamento mais intensivo da glicemia nas fases iniciais após o diagnóstico. Essas são estratégias fundamentais para o controle efetivo do diabetes. O principal objetivo de um controle mais rápido da glicemia é o de aumentar a confiança e a adesão do paciente às recomendações da equipe de cuidados com o diabetes. Resultados melhores e mais rápidos no controle da glicemia só podem ser alcançados de forma segura com a implementação conjunta de estratégias farmacológicas, educacionais e de automonitorização glicêmica estruturada, o que permitirá ajustes mais frequentes na terapia farmacológica até se atingir a melhor estratégia terapêutica para cada caso em particular.

Fonte: SBD

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fill out this field
Fill out this field
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.