NOTÍCIAS

Páscoa e diabetes: uma combinação possível

14/04/2017

Afinal de contas, qual é o efeito do excesso de peso sobre o risco de mortalidade em pessoas com diabetes tipo 2? No conceito tradicional, e universalmente aceito, o excesso de peso seria uma condição que levaria a um aumento do risco de morte. Mas as coisas não parecem ser bem assim. Quando falamos em excesso de peso, temos que considerar duas condições clínicas distintas: o sobrepeso (IMC entre 25 e 29,9 kg/m2) e a obesidade franca (IMC > 30 kg/m2).

A tradição de presentear com ovos - de verdade mesmo - é muito, muito antiga. Mas os ovos não eram para ser comidos. Eram apenas um presente que simbolizava o início da vida. Foram necessários mais 800 anos para que, no século XVIII, confeiteiros franceses tivessem a ideia de fazer os ovos com chocolate.

A tradição se mantém, desde então. O que fazer quando se tem diabetes e a vontade de se deliciar com os presentes do coelhinho nesta época do ano? Poucos resistem a um chocolate. Muito menos nesta época de Páscoa, quando é impossível entrar em um supermercado e não se deparar com verdadeiros corredores decorados com os tradicionais ovos de chocolate dos mais diversos tipos, em embalagens de apelo visual irrecusável.

Uma boa notícia. Quem tem diabetes não precisa restringir-se ao chocolate diet. Para consumir o chocolate normal, é preciso apenas ter o controle da quantidade de carboidratos diária permitida. Além de calcular a ingestão de carboidratos, a pessoa com diabetes pode procurar amenizar os efeitos do chocolate sobre a glicemia consumindo o produto após a refeição, como sobremesa. A presença de outros nutrientes, inclusive das fibras, faz com que a absorção não seja tão imediata e não eleve tão bruscamente a glicemia.

Mas toda esta facilidade não torna seu consumo liberado no que se refere às quantidades, precisamos pensar em seu valor calórico, mesmo os que não são portadores de diabetes. A quantidade consumida deve ser moderada, uma vez que o chocolate é rico em calorias, açúcares (incluindo a frutose, açúcar naturalmente encontrado no cacau) e gorduras que – em excesso – podem elevar o colesterol e o peso.

Existe uma grande variedade de tipos de chocolate à disposição, no mercado.

Citamos:
O chocolate amargo (51 – 75% de cacau) é o mais rico em antioxidantes porque tem mais massa de cacau e menos manteiga de cacau. Como o próprio nome diz, é amargo ao paladar, pois possui reduzido teor de açúcar.
O chocolate meio amargo (35 – 50% cacau) tem uma composição bem diversificada, conforme a marca do chocolate, o sabor amargo é suavizado pela presença do açúcar. No entanto, é uma opção muito boa para aqueles que não apreciam o sabor forte do amargo.
O chocolate ao leite (10-25% cacau), inclui cacau sólido, manteiga de cacau, mais de 12% de leite e açúcar. A massa de cacau é substituída em parte por leite em pó, resultando em um gosto mais adocicado.
O chocolate branco possui como componentes principais: leite, manteiga de cacau e açúcar. E, muitas vezes, a manteiga de cacau é quase totalmente substituída por gordura vegetal hidrogenada (a de pior qualidade biológica). Sendo assim, não traz benefícios relevantes para a saúde e deve ser consumido com bastante moderação.
O chocolate diet, é assim chamado por não conter o açúcar em sua composição. Porém, esse tipo de chocolate continua apresentando um açúcar naturalmente encontrado no cacau (frutose) e normalmente apresenta uma quantidade elevada de gordura (adicionada pela indústria para melhora do sabor).
A alfarroba, tem sido utilizada como substituto do cacau como alternativa para intolerantes à lactose ou celíacos. Apesar do seu sabor ser similar ao do chocolate amargo, trata-se de uma vagem que, após torrada e moída, resulta em uma farinha e pode ser utilizada em produtos que se assemelham ao cacau.
Lembre-se que é a quantidade total de carboidrato consumida que influencia no controle da glicemia e não somente a presença ou não do açúcar na composição do chocolate. Outro item importante é que a gordura também é um nutriente que pode levar ao aumento da glicose no sangue quando consumida em grande quantidade.

Faça a sua escolha e aproveite sua Páscoa!


Fonte: diabetes.org.br

  • < Voltar
  • Dúvidas/contato

    Endereço: Rua Antônio José Martins, 130,
    Centro, Juiz de Fora - MG
    Email: contato@adiabeticosjf.com.br
    Telefone:(32) 3215-2525